Direitos autorais

O trabalho Recanto da Prosa de Aline Caixeta Rodrigues está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Isso significa que: você está autorizado a compartilhar os conteúdos deste blog, desde que atribua os devidos créditos à autora; mas sem alterá-los de nenhuma forma ou utilizá-los para fins comerciais.

Flipoços - Dia 4

Começamos a tarde assistindo ao bate-papo “Você cruzaria países e mares sozinho?”, com a participação da editora Isabel Malzoni e do ilustrador Renato Moriconi, sobre o livro AMAL. A obra conta a trajetória de uma menina que vive na Síria, mas precisa deixar o país por causa da guerra. Sozinha, aos 12 anos, ela se vê obrigada a abandonar o avô e a vida que conhece, para partir em busca de sobrevivência. O livro tem o apoio do ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados) e possui uma versão digital disponibilizada gratuitamente para download. Clique aqui para saber mais. Sua compra pode ajudar o ACNUR.

 

 

Embora a autora - a jornalista Carolina Montenegro - não tenha podido estar presente no bate-papo, o momento foi muito emocionante, principalmente graças às artistas Lívia Camargo e Oula Al Saghir (atriz e cantora paquistanesa, refugiada há quatro anos no Brasil), que deram vida à obra, trazendo-a para o palco. Após o teatro, crianças de diversas escolas poços-caldenses puderam fazer perguntas à editora, ao ilustrador e, é claro, à Oula, que contou histórias da própria vida e nos deixou muito emocionados.
 

 

Na sequência, assistimos à mesa redonda “Voz aos movimentos do desejo: histórias da arte e da literatura feminista, da lesbiandade, passados e futuros afetivos”, com a mediação de Maiara Líbano. Na mesa, pudemos contar com a presença da escritora Cristina Judar, cujo livro “Oito do Sete” venceu o prêmio São Paulo em 2017; com a filósofa e produtora de eventos culturais Bia Salomão; a curadora da livraria Blooks, Nélida Capela; e ainda com a pesquisadora Flávia Belmont, que trabalha na área de política internacional. Com um time desses, nem precisamos dizer que a mesa foi sensacional, né?

 

 

Mais tarde, depois de uma pausa na cafeteria Sá Rosa, voltamos à Arena Cultural para assistir ao bate-papo com Fernando Scheller, jornalista internacional que retratou conflitos em países como o Afeganistão e o Paquistão; e autor do romance “O amor segundo Buenos Aires”. O escritor falou de seu processo criativo, dos cenários culturais brasileiro e argentino, de suas expectativas para a série televisiva que será baseada em seu livro, e de suas experiências enquanto jornalista em áreas de risco. Leia um trecho da obra, clicando aqui.

 


Finalmente, pra encerrar o dia, tivemos a honra de assistir a uma palestra ministrada pelo professor Mário Sérgio Cortella, sobre o seu novo livro (escrito em parceria com a Monja Coen): "Nem anjos nem demônios: a humana escolha entre virtudes e vícios". Com seu jeito característico, de linguagem descontraída e acessível, o professor discorreu sobre as escolhas que fazemos e a responsabilidade que devemos assumir por cada uma delas, para o bem ou para o mal. Teatro lotado!

 

 

Veja abaixo alguns trechos das mesas “Você cruzaria países e mares sozinho?” e "O amor segundo Buenos Aires". Para acessar à palestra completa do Cortella, aguarde o podcast do canal Rabiscos

 

 

 

Please reload

Siga
  • Facebook - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • wattpad_icon_orange
Inscreva-se para receber atualizações do blog
Inscreva-se para receber atualizações do blog
Destaques

Tapetes trocados

02.11.2019

1/7
Please reload

O Que Estou Lendo
Tags
Arquivo
Please reload

Procurar no blog